Francisco Olivares Diaz (FOD)

Nasceu em Puerto Lumbreras, 1973.

Depois de estudar Belas Artes na Universidade de Granada, vive em Madrid, Paris (com bolsa de estudos do Ministério dos Negócios Estrangeiros) e Roma.

Sua obra explora a relação entre o espaço, o suporte e a cor, analisando os princípios da estética Bauhaus, evoluindo a partir de referências essenciais na construção – desconstrução – destruição, como Gordon Matta Clark ou Imi Knoebel. Constrói uma desarquitetura, concebendo espaços que nos fazem refletir sobre a “cidade”, uma cidade com espaços para renovação urbana. Neste jogo de desconstrução da pintura, articula e define lugares como um cartógrafo dos subúrbios, e espaços habitados. Suas obras evidenciam um olhar consistente com a evolução de uma linha geométrica que começa em Mondrian e passa Palazuelo ou Peter Halley. A partir dessas fontes, a matéria ocupa mais e mais espaço, tanto em pintura quanto em escultura, e a partir da memória, que serve de gênese para seu trabalho, investiga novas formas para uma obra em que a arquitetura, memória e transitoriedade são protagonistas, indo além da estética visual e da materialidade pura.

Link para currículo de Francisco Olivares Diaz (FOD)

Anúncios